Novidades

Equipamentos para fazer Hidromel

Equipamentos para fabricar Hidromel

Existem vários equipamentos que podem ser usados para facilitar a produção de um bom hidromel, desde os mais básicos até os mais avançados e inteligentes equipamentos, mas de forma geral, não é necessários gastar muito e muito menos ter equipamentos super modernos para se fazer um hidromel de qualidade.

É claro que se você tiver acesso a uma quantidade maior de equipamentos que facilitem o processo de produção de hidromel, mais tempo você terá para desenvolver receitas melhores e mais precisas. Mas convenhamos, para quem está começando, o melhor e investir no básico e ter mais dinheiro sobrando para comprar os ingredientes e testar seus conhecimentos fazendo algumas das diversas receitas de hidromel.

Neste artigo será abordado um pouco sobre os equipamentos básicos que todo iniciante deveria ter por perto na hora de fazer seu hidromel.

Densímetro:

Densimetros - Hidromel
O densímetro é sem dúvida o equipamento básico mais importante na produção de hidromel. É com o densímetro que se tem o controle inicial de todo o processo, o controle sobre a quantidade de açucares iniciais, a previsão de transformação de açucares em álcool de acordo com o tipo de levedura e muito mais.

O densímetro é usado em todas as etapas de produção e permite estipular a densidade inicial, densidade final, quantidade de açucares restantes e futuramente permite ao produtor calcular e enquadrar o hidromel como suave, seco e semi-seco e também estipular o percentual alcoólico da bebida.

Tipos de densímetros:

Existem vários tipos de densímetros, cada um criado para atender um publico especial, mas na produção de hidromel os densímetros mais usados são:

Densímetro de 3 escalas – São densímetros que são compostos, além da escala informando a densidade, com uma escala informando o Brix e outra informando a quantidade de álcool em %. São os mais usados e bastante úteis, pois facilitam todos os cálculos e abordagens.

Densímetro escala simples – São densímetros com apenas a escala informando a densidade, são mais baratos e mais fáceis de encontrar em mercados não voltados para produção de hidroméis e cervejas.

Termômetro:

Termômetros Hidromel

O termômetro é o segundo equipamento mais usado na produção de hidromel e qualquer outra bebida fermentada onde o mosto é aquecido. O termômetro é utilizado principalmente na etapa inicial, onde se deseja controlar a temperatura para seguir um determinada receita ou para saber se a temperatura está própria para a adição das leveduras. E bastante usado também para monitorar o processo eletronicamente.

Existem vários tipos de termômetros, os mais comuns na produção de hidromel são:

Termômetro digital – São termômetros com sensores de temperatura e displays digitais, são compostos com haste de inox e permitem monitorar a temperatura em um determinado instante. São os mais usados já que são baratos, fáceis de encontrar e tem boa precisão. Veja um exemplo:

Digital Food Cooking Temperature Probe.

Termômetros de imersão – São termômetros feitos para ficar boiando no mosto, são feitos de vidro e escala com coluna de mercúrio.

Termômetro de fita – São usados geralmente nos fermentadores, são basicamente adesivos que são fixados nos recipientes onde se deseja monitorar a temperatura.

Termômetro óptico – São termômetros usados geralmente para saber a temperatura dos fogareiros ou das panelas, mas podem ser usados para outros fins onde não se deseja ter contato direto com o elemento a ser monitorado.

Fermentador:

Fermentador Hidromel

O fermentador também é uma peça importante, pois é o local onde se colocará todo o mosto para que possa ser fermentado. O fermentador pode ser qualquer recipiente limpo que não seja toxico nem interfira negativamente no processo de fermentação. Os fermentadores geralmente são de plásticos, vidro ou metal.

Baldes Alimentícios – Os mais usados são os baldes de polipropileno, são baratos, fáceis de achar e são atóxicos. São encontrados geralmente para a produção de 20 a 30 litros de hidromel. Podem ser encontrado em padarias, onde são usados para transportar margarina e derivados do leite, supermercados e em vários sites de venda de produtos para hidromel e cerveja.

Fermentador de vidro – São galões iguais aos que são vendidos água mineral, porem são feitos de vidro. Não são fáceis de encontrar e são bem caros. Sua vantagem é ser transparente e permite o controle visual da pequena produção.

Fermentador de inox – São os fermentadores usados na produção em grande escala, mas também existem pequenos fermentadores em inox. Podem ser feitos em casa usando barris de chopp ou outros recipientes em inox.

Airlock:

Airlock Hidromel

A válvula airlock nada mais é do que uma válvula que impede a entrada de ar no fermentador ao mesmo tempo que permite que os gases provenientes da fermentação saiam. É um processo simples, mas eficiente, que garante a perfeita fermentação sem contaminar o mosto.

A válvula airlock pode ser feita em casa com saleiros ou garrafas pets e mangueiras, mas existem também modelos industrializados. Os mais comuns são:

Airlock de 3 peças – São desmontáveis em três partes e são usadas principalmente na primeira etapas da fermentação, pois são muito fáceis de limpar caso ocorra um vazamento e também suportam fermentações mais bruscas.

Airlock formato S – São bem comuns e baratas, são feitas de um plástico mais maleável que a de 3 peças, mas sua limpeza é mais complicada devido seu formato. Para fermentações muito intensas á água da válvula costuma sair. E melhor que a de 3 peças nas ultimas etapas da produção, pois a água interna demora mais tempo para evaporar, ou seja, pode ficar mais tempo sem dar manutenção.

Sanitizantes:

Sanitizantes Hidromel

Os sanitizantes são produtos usados para limpar e até esterilizar os recipientes e equipamentos utilizados diretamente na produção do mosto e para a manutenção do fermentador. Existem vários produtos destinados para esse fim, alguns necessitam de enxágue, outros não. Basicamente são usados produtos a base de iodo, cloro ou álcool, por serem mais baratos e eficiente, mas existe uma lista enorme destes produtos, alguns deles são:

Iodo – Os produtos a base de iodo (líquido iodado) são excelentes sanitizantes para eliminação de germes e bactérias.
São amplamente utilizados pela industria alimentícia, principalmente no EUA.

Detergente em pó clorado – São utilizado na limpeza pesada de equipamentos e utensílios.

Álcool 70% – Álcool 70% é um desinfetante contendo álcool etílico e água. Álcool 70% não desidrata a parede do micro-organismo o que permite penetrar no seu interior, onde irá desnaturar proteínas, fato que não ocorre quando se utiliza o mesmo acima ou abaixo desta concentração.

Ácido Peracético – É bastante utilizado na indústria alimentícia, incluindo micro-cervejarias. Produto com amplo espectro de ação bactericida, virucida, fungicida, esporicida e atua em biofilmes, com excelente poder de desinfecção. Extremamente eficiente no extermínio rápido de uma grande variedade de bactérias.

Refratômetro:

Refratômetro Hidromel

Os refratômetros não são equipamentos tão básicos, mas ainda sim são bastante usados na produção de hidromel. Eles podem ser utilizados para medir a quantidade de açucares, densidade, umidade entre outras características de uma amostra. Existem refratômetros com mais de uma escala ou com escala única. O refratômetro pode substituir o uso do densímetro em alguns casos, mas não é recomendado devido ao seu preço ser maior. O refratômetro na produção do hidromel é utilizado e recomendado para a análise do mel. Com ele é possível saber se a umidade presente no mel e a quantidade de açucares são ideais e assim saber se o mel é bom ou não para sua receita.

Refratômetro para Mel  – Para análise do mel, brix e umidade.

Refratômetro para vinhos e cerveja – Escalas semelhante a de um densímetro tripla escala.

Confira este refratômetro para Mel com 3 escalas: Brix 58-90% 3 In 1 Multi Honey and Baume.

pH:

pHmetro Hidromel

A análise do pH do mel, água e do próprio mosto é importante para saber se a fermentação irá ocorrer corretamente ou se é necessário fazer algumas correções no pH. Também é importante para saber se o produto final está com a acidez desejada. Para isso é necessário ter algum equipamento que consigam mensurar o pH.

Existem vários tipos de equipamentos que podem fazer a análise de pH, mas os mais acessíveis são as fitas de pH e os pHmetros de bolso:

pHmetro de bolso – São equipamentos compostos por um circuito lógico com um display lcd e um eletrodo que é imerso na amostra a ser analisada, o pH é indicado instantaneamente com um ótima precisão. Os pHmetros de bolso não facilmente encontrado em sites chineses por um bom preço e ótima qualidade. Confira alguns modelos:

Digital PH meter/tester,high precision portable 0-14.
Digital PH Tester Meter Pocket Pen.

Fita de pH – Fita de pH ou indicadores de pH, são papeis contendo um reagente que ao entrar em contato com um gota da amostra tende a reagir e mudar de cor. Para cada cor existe uma tabela que corresponde um valor aproximado de pH.

Balança de precisão:

Balança Hidromel

São necessários para medir corretamente a quantidade dos ingrediente a serem adicionados na receita e assim ter um hidromel de qualidade e que possa ser recriado. A balança da foto custou menos de 6 dólares e tem ótima precisão para pesar até 200g, confira:

High Quality 200g x 0.01g Portable Mini Electronic Digital Scale.

Controle de temperatura:

Controle de temperatura Hidromel
Controle de temperatura é bastante importante para várias receitas de hidromel. Para se fazer o controle de temperatura geralmente são utilizados termostatos digitais, alguns até com controle PID. Também pode ser desenvolvido em casa com microcontroladores e relés de estado sólido. Estes controladores são basicamente dispositivos que medem a temperatura e em um determinado intervalo de tempo aciona ou desaciona um circuito que liga ou desliga uma ventoinha, bamba de circulação, geladeira ou qualquer outro equipamento ligado em seus terminais. Confira alguns modelos:

Kit com controlador, relé SSR 40A, dissipador de calor e termopar tipo K.
Termostato Digital + Termopar.

Logicamente não é necessitar ter todos estes equipamentos para iniciar no mundo do hidromel. Ter em mãos um densímetro, um termômetro e uma balança de precisão já é o suficiente, o resto dá para se adaptar com a criatividade ou se adquirir com o tempo.

Os sites da china estão ai, tem muita coisa de qualidade por preços baixos que podem ser usados ou adaptados para o bem dos nossos preciosos hidroméis.

É isso ai galera! Até a próxima.

The Compleat Meadmaker - Ken Schramm Yeast: The Practical Guide to Beer Fermentation Honey Wine, the Ancient Art of the Maeve How to Brew - John J. Palmer Brewing Classic Styles - Jamil Zainasheff & John J. Palmer

Sobre catrak

Fellipe Bastos (Catrak), 25 anos, natural de Belo Horizonte, estudante de Engenharia Elétrica e apaixonado pela cultura, música e culinária celta.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 

Scroll To Top