Novidades

Hidromel de ameixas vermelhas

Hidromel de Ameixas Vermelhas
O hidromel de ameixas vermelhas é um dos meus preferidos e um dos que eu mais faço aqui em casa, mas nunca tinha usado a levedura RC212. Resolvi então fazer um teste com essa levedura e também adicionar um pouco de irish moss para ver o resultado.

Já usei a RC212 em um teste que fiz com amoras e o resultado foi muito bom. Estou na expectativa que esse teste também vai dar um bom hidromel.

Para essa receita de Hidromel de ameixas vermelhas vamos usar:

Recipiente de 5 litros.
3 litros de água mineral.
1kg de Ameixas vermelhas.
1L de mel (não sei quantos quilos).
Levedura lalvin RC212 5g.
4g de nutrientes

Hidromel de Ameixas Vermelhas

O primeiro passo foi picar as amoras, 1kg, e prensar na minha prensa caseira para retirar o máximo de suco possível.

Hidromel de Ameixas Vermelhas

Hidromel de Ameixas Vermelhas

HIdromel Ameixas

O bagaço que retirei da prensa eu lavei com 200ml de água dos três litros. Fervi a água e joguei no bagaço, misturei com uma colher e deixei por alguns minutos para esfriar e levei novamente na prensa para retira mais do suco e da cor da casca das ameixas.

O resultado depois de adicionar o restante da água foi um suco bem vermelho.

Hidromel de Ameixas Vermelhas

O próximo passo foi aquecer os 3 litros de água já com o suco misturado.

Depois adicionei o mel até atingir a densidade desejada. O mel usado é um mel silvestre de flores da região semiárido brasileiro, retirado as serras do Rio Grande do Norte. Esse mel não é escuro como grande parte dos méis silvestre, mas é muito denso e de baixa umidade. No meu refratômetro a umidade foi de 17.5%, levando em conta o erro do refratômetro, acredito que posso afirmar que a umidade desse mel é de 17 a 18%.

Hidromel de Ameixas Vermelhas

Nesse teste a densidade inicial é de 1.110.

Note que os densímetros, na grande maioria, funcionam bem em temperaturas entre 20 a 25ºC, acima ou abaixo disso é necessário usar uma tabela de correção. Se não tiver essa tabela o mais recomendado é ir tirando amostras do mosto e deixar esfriar até 20ºC e só depois realizar a medição.

Depois de ajustar a densidade deixei o mosto, que agora tem a água, mel e o suco, aquecer até 75ºC por 10 minutos, assim garanto que os microrganismos indesejados sejam eliminados e as características do mel e das ameixas não sejam perdidas.

Também preparei o irish moss para adicionar no mosto.

Depois deixei a temperatura abaixar para 43º e adicionei 4g de nutrientes, rico em DAP (Diammonium phosphate), pois esse tipo de levedura necessita que o mosto tenha uma boa taxa de nitrogênio e o DAP será quem vai suprir essa taxa.

Fiz a reidratação da levedura em 50ml de água à 42ºC em um pequeno pote e deixei por 20 minutos a levedura reidratando, agitei bem para levar uma boa quantidade de oxigênio para servir de alimento para a levedura.

Depois adicionei a levedura já reidratada no mosto e agitei bastante por alguns minutos. É importante oxigenar o mosto nos minutos iniciais para garantir que fermentação inicie, o oxigênio facilita a estabilização da levedura e sua reprodução.

Deixei o mosto aerando até a temperatura se equilibrar com a temperatura ambiente e depois coloquei o airlock e lacrei.

Hidromel de Ameixas Vermelhas

Coloquei esse teste de hidromel de ameixas para fermentar junto com o Cyser que fiz semana passada.

Agora é só esperar para ver o resultado. Espero que fique tão bom quanto o de amora.

É isso galera, até a próxima!

Confira outros tutoriais:

Cyser – Hidromel de Maçã.
Hidromel de Imbolc.
Tutorial – Hidromel Suave.
Melomel – Como fazer hidromel com frutas.
Tutorial – Fazendo Hidromel com Amoras.
Fazendo Hidromel Caseiro usando Leveduras Lalvin.
Tutorial – Fazendo Hidromel Caseiro.

The Compleat Meadmaker - Ken Schramm Yeast: The Practical Guide to Beer Fermentation Honey Wine, the Ancient Art of the Maeve How to Brew - John J. Palmer Brewing Classic Styles - Jamil Zainasheff & John J. Palmer

Sobre catrak

Fellipe Bastos (Catrak), 25 anos, natural de Belo Horizonte, estudante de Engenharia Elétrica e apaixonado pela cultura, música e culinária celta.

7 comentários

  1. Em media o seu mosto fermenta qnto tempo até a primeira trasfega?

    • Salve Altieres. Isso varia bastante, mas de modo geral 4 semanas, eu procuro esperar parar de sair borbolhas no airlock ou diminuir bastante para pode fazer a trasfega, mas em média deixo passar umas 4 semanas. Nos meus outros tutoriais eu falo mais sobre isso, depois dê uma olhada. Obrigado.

  2. @ dúvidas:

    – depois de prensar a ameixa, você filtra?
    – onde você encontrou esse garrafão de vidro?

    • Olá Nuno. Não foi necessário filtrar, a prensa já faz isso,ao passar na prensa o suco já sai quase que sem “bagaço”. Eu depois lavo o bagaço com água, mais ou menos quente, e volto na prensa para retirar mais suco. Você pode filtrar se não tiver uma prensa em casa ou pode fazer as receitas “tradicionais” que usam as ameixas picadas. Eu fiz dessa forma para obter uma cor mais forte. Veja o meu tutorial sobre Cyser, ele mostra melhor a prensa.

  3. Oi. Onde vc compra o DAP?

  1. Pingback: Cultura Celta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

 

Scroll To Top